5 de julho de 2012

"Kassu partiu e deixou muita tristeza", diz, aos prantos, Roberto Carlos


Aos prantos, o cantor Roberto Carlos não desgrudou da beira do caixão durante todo o velório de sua assessora especial Ivone Kassu, na capela 9 do Cemitério São João Batista, nesta quarta-feira (4). A jornalista morreu na tarde da última terça (3) vítima de um ataque cardíaco. A amizade da dupla durava mais de 40 anos.

Assim que chegou ao velório, apesar da tentativa, o Rei não conseguiu segurar o choro ao puxar o canto católico "Segura na mão de Deus". Não passou do primeiro verso e desabou em lágrimas. Em vários momentos ele balançava a cabeça olhando fixamente para o rosto da assessora. Parecia não acreditar que ali jazia Ivoninha, como ele costumava chamar a grande amiga.


Era visível, para os presentes, o desolamento do Rei. Dizem os amigos que Kassu "adotou" Roberto Carlos, principalmente, depois da morte de sua mãe, Laura Braga, em abril de 2010. A morte da assessora e confidente é mais uma, em uma sucessão de perda que Roberto contabiliza.

"A Kassu tinha um jeito muito mãezona. Sempre foi muito próxima do Roberto Carlos. Acabou ajudando ainda mais o Roberto e se aproximando mais ainda dele depois da morte da mãe, Lady Laura. Ela era uma grande pessoa porque sempre gostou de ajudar a resolver problemas", contou o ator Edwin Luisi.

"Ela me deixa muita saudade. Esta partida me deixa muita tristeza", disse, entre um e outro soluço.

"Sincera, verdadeira, minha querida e grande amiga Ivone Kassu. Há mais de 40 anos comigo. Muita saudade, Ivoninha. Que Deus de bondade te proteja e te abençoe sempre", disse Roberto.


Um comentário:

  1. Que Deus console o coração de Roberto,que a Luz de Jesus ilumine o caminho da paz e Ele possa prosseguir com um pouco mais de aceitação com serenidade. A morte é para vida.

    ResponderExcluir

Deixe sua Mensagem.

Compartilhe com seus amigos!

Related Posts with Thumbnails