31 de dezembro de 2009

Concurso Roberto Carlos: participe e concorra a 51 CD's do Rei


Se você é fã de Roberto Carlos não pode ficar fora dessa. Para participar é muito fácil, basta responder a pergunta: O que os 50 anos de carreira do Roberto Carlos representam na sua vida?.

O autor da resposta vencedora vai ganhar um kit com 51 CD’s do Roberto Carlos e o DVD Roberto Carlos e Caetano Veloso e a música de Tom Jobim. Use toda a sua criatividade para criar sua resposta e participe!

Participe desta promoção no link abaixo.
Concurso Roberto Carlos: participe e concorra a 51 CD's do Rei

30 de dezembro de 2009

Em 2010 - A maior turnê internacional de Roberto Carlos


O ano novo promete ser recheado de emoções para Roberto Carlos. Recém- integrado ao microblog Twitter, o empresário Dody Sirena se mostrou pra lá de empolgado com os planos do Rei para 2010.

“Passei por Los Angeles hoje, para definir alguns detalhes da maior tour internacional do RC, mais de 30 show em 10 países”.

O manda-chuva da DC Set Produções revelou ainda que a popularidade de Roberto no exterior e a procura pelos ingressos são surpreendentes:

“Saí de Los Angeles entusiasmado e o show do RC confirmado no glamouroso Nokia Theater, em maio... Em Toronto (Canadá), dia 23 de maio, 80% lotação vendida, em uma semana, sem mídia. USA inicia venda dia 15 janeiro, toda tour mais de 15 shows”.

A turnê internacional de Roberto Carlos passará por Miami, Los Angeles, Toronto, Chicago, Washington, Nova York, Las Vegas, México, Porto Rico, Boston, entre outras cidades.

Sirena contou ainda que o especial de Natal do Rei, transmitido pela Globo Internacional, teve uma grande repercussão nos Estados Unidos.

“Natal com especial do Roberto Carlos, orgulho dos brasileiros. Estou em Los Angeles e me impressiono cada vez mais com a popularidade do RC”, concluiu.

28 de dezembro de 2009

Roberto Carlos Especial - 2009


O Rei fechou com chave de ouro 2009. Num show gravado no Ginásio do Ibirapuera e aplaudido de pé por cerca de 8 mil pessoas Roberto Carlos repetiu sua impecável receita de sucesso e fez bonito como sempre. O toque especial foi dado por convidados como Daniel, Ana Carolina, a atriz Dira Paes e o grupo Calcinha Preta.

Roberto Carlos Especial é o especial de final de ano de Roberto Carlos, exibido na Rede Globo. Desde 1974, o especial de Roberto Carlos, na Globo, tornou-se sinônimo de Natal.

26 de dezembro de 2009

A audiência do Roberto Carlos Especial

O especial de fim de ano da Globo, Roberto Carlos Especial, exibido nesta sexta-feira (25/12), registrou 23 pontos de média para a Globo, ficando na liderança absoluta em seu horário de exibição, entre 22h08 e 23h58.

Vale lembrar que cada ponto no Ibope representa cerca de 57 mil domicílios na Grande São Paulo, dados que servem como referência para o mercado publicitário e que estes números são prévios e podem sofrer alterações no consolidado.

01-Emoções
02-Eu te amo, eu te amo, eu te amo
03-Além do horizonte
04-Encosta na tua
05-Como vai você
06-Detalhes
07-A mulher que eu amo
08-Estou apaixonado
09-Quando eu quero falar com Deus
10-As curvas da estrada de santos
11-Do fundo do meu coração
12-Proposta
13-Cama e mêsa
14-Você não vale nada
15-Eu amo demais
16-Como é grande o meu amor por você
17-É preciso saber viver
18-Jesus Cristo

- Matéria do site www.tvaqui.com.br

25 de dezembro de 2009

Sexta à noite é a vez do Especial Roberto Carlos


Na sexta-feira, a partir das 22h10min, é a vez de Roberto Carlos fazer seu especial de Natal. Oito mil pessoas estiveram presentes na gravação do show, que também encerrou as comemorações dos 50 anos de carreira do Rei.

Apresentando seus clássicos, Roberto Carlos recebeu convidados que foram sucesso em 2009,como a atriz Dira Paes, a Norminha de Caminho das Índias.
No palco, Dira solta a voz ao som de Cama e Mesa.

Download Roberto Carlos Especial 2009 - Rede Globo

21 de dezembro de 2009

Roberto Carlos nos Cinemas

A vida de Roberto Carlos pode virar filme dirigido por Steven Spielberg, diz a "Folha de S. Paulo". Seria uma trilogia da qual também participaria o diretor Roberto Farias, que dirigiu o Rei em seus filmes nos anos 60.

Ainda de acordo com a publicação, Roberto Carlos quer virar produtor de filmes, e já estaria conversando com a diretora Monique Gardenberg e Daniel Filho, da Globo Filmes. Além de investir nas produções, Roberto também cederia canções. Um dos projetos é uma história de amor ambientada no navio onde o Rei faz seu cruzeiro todos os anos. A ideia é que Roberto componha a trilha e faça uma ponta no filme, como ele mesmo.

Roberto Carlos também quer produzir um musical de teatro nos moldes de "Mamma Mia".

Globo.com

17 de dezembro de 2009

Roberto grava seu especial de fim de ano

Cumprindo sua tradição, Roberto Carlos gravou mais um programa especial de final de ano. Nessa terça-feira (15/12/2009), ele gravou um show com várias participações no Estádio do Ibirapuera, em São Paulo. Entre os convidados, estavam Dira Paes, Ana Carolina, Daniel e a banda Calcinha Preta.

Logo quando chegou, o Rei declarou a felicidade que lhe dava estar ali. ''Mais um especial. Vocês me matam do coração. Mas prefiro mostrar meu amor cantando'', disse.

Além de apresentar os hits atuais, como "A Mulher Que Eu Amo", tema de Helena em Viver a Vida, o cantor reviveu seus maiores sucessos, como Detalhes, Outra Vez, É Preciso Saber Viver e Jesus Cristo.

O show será exibido pela Globo no dia 25 de dezembro.

12 de dezembro de 2009

Especial Roberto Carlos - Histórico

Você sabia que em três décadas de especiais, Roberto Carlos só deixou de apresentar seu show anual em 1999? Maria Rita, mulher de Roberto, faleceu, vítima de câncer, naquele ano e o rei optou por cancelar o show.

Há mais de 35 anos, o Rei invade a casa de milhões de brasileiros cantando seus grandes clássicos e se apresentado ao lado de grandes nomes da música. Caetano Veloso, Tom Jobim, Milton Nascimento, Gal Costa, Cássia Eller, Marisa Monte e Ivete Sangalo já cantaram com o rei.

Os atores Paulo Gracindo, Regina Duarte, Tony Ramos, Patrícia Pillar, Glória Pires também participaram dos especiais.

Em 1974, entra no ar o primeiro especial apresentado por Roberto Carlos na Rede Globo. No roteiro, sucessos como “O Calhambeque”, “As Curvas da estrada de Santos” e “Proposta”.

Resultado: Sucesso total. Começava ali a série de especiais de natal conduzidos por Roberto, com a participação de artistas da emissora e grandes nomes da MPB e da música internacional.

- Globo.com

Cauby lança CD com músicas de Roberto Carlos

O grande disco de Natal do Roberto Carlos este ano não será do Roberto Carlos, será de Cauby Peixoto. Cauby lança hoje o CD "Cauby Interpreta Roberto" (Lua Music), com dois shows no Sesc Vila Mariana, em São Paulo. Os ingressos para as duas apresentações estão esgotados.

Produzido por Thiago Marques Luiz, o álbum começa com a clássica "Proposta". Em "De Tanto Amor", a segunda canção do lote, Cauby é acompanhado apenas de cello, baixo acústico, violão, piano e flauta. Percussão e piano transmutam "A Volta" em uma delícia para fazer cessar o bate-papo em qualquer piano-bar de hotel ou boate.

"Sentado à Beira do Caminho" (única música que não foi Roberto quem gravou primeiro, mas Erasmo) ressurge com uma seção de cordas e arranjo de Cintia Zanco, ganha bossa e gaiatice, e o ritmo da produção acaba impedindo Cauby de derrubar tudo com seu overacting.

"Os Seus Botões" não tem contraindicação, é música da fase mais puramente moteleira do Robertão, e Cauby não desaponta. O saxofone de Ubaldo Versolato dá o golpe final no ouvinte.

"Música Suave" é colchão de plumas para o crooner, com arranjo sinatriano, jazzy, big band de sessão da tarde. "As Flores do Jardim da Nossa Casa" é super-Cauby, e por isso mesmo deveria ter sido evitada. Mas as escolhas são do próprio, e ele tem direito.


Uma gaitinha entra em cena na interpretação de "Não se Esqueça de Mim", para desobstruir e reforçar o climão nostálgico da canção. "Desabafo", tango de cortar os pulsos, fica ainda mais portenho a bordo do bandoneon de Martin Mirol. É o encontro de Roberto & Erasmo com Piazzolla.

Em "Olha", Cauby é acompanhado somente pelo piano. "À Distância" é uma canção que parece ter sempre sido de Cauby, e o arranjo aqui não inventa nada, é muito mais Eduardo Lages do que as canções do próprio Roberto. "O Show Já Terminou" é a última música do lote, turbinada por um trompete, um trombone e um sax.

Havia 16 anos que Roberto Carlos não autorizava um artista a gravar um disco inteiro com seus hits (a última que permitiu foi Maria Bethânia, com "As Canções Que Você Fez para Mim", de 1993). E passaram 29 verões desde a última vez que Roberto e Erasmo enviaram uma música para Cauby gravar. Era "Brigas de Amor", de seu disco de 1980, Cauby! Cauby!.

Apesar da demora, os meninos da Jovem Guarda que sempre renderam homenagens ao seu ídolo inicial agora permitem que ele dê ao mundo sua visão muito pessoal das coisas. O resultado é um belo trabalho. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Serviço - Cauby Peixoto Interpreta Roberto
Sesc Vila Mariana, São Paulo
Dias 10 e 18 de dezembro, às 21h
Ingressos esgotados
Informações: (11) 5080-3000

10 de dezembro de 2009

Especial RC 2009

o Show de Roberto Carlos que aconteceria hoje, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, foi adiado.
A Rede Globo informará em breve a nova data de gravação e credenciamento de imprensa. O programa ‘Roberto Carlos Especial’ irá ao ar no dia 25 de dezembro.

Central Globo de Comunicação


A gravação do especial de final de ano do cantor Roberto Carlos que aconteceria hoje no Ginásio do Ibirapuera, foi transferida para a próxima semana. Por recomendação do Dr. Nei Pecegueiro do Amaral, o cantor deverá ficar em repouso no mínimo por 2 dias devido a uma contratura muscular lombar causado por esforço físico e excesso de trabalho nas ultimas semanas.

Roberto Carlos está fazendo tratamento à base de analgésicos, antiinflamatórios e relaxante muscular. Em breve será anunciada a data da gravação do especial.

- Grupo DC Set

9 de dezembro de 2009

Nestlé recria carro para ação de marketing

A parceria entre Roberto Carlos e a empresa de alimentos Nestlé, que vem desde 2004, ganha novo ingrediente: um calhambeque. Inspirada na música que fez sucesso, a Nestlé vai sortear 50 recriações do Chev 1933 Coupé.

A promoção começa no próximo ano e terá Roberto como garoto-propaganda. O modelo em fibra de vidro terá edição limitada.

8 de dezembro de 2009

Roberto Carlos fala sobre 'Viver a vida'


Roberto Carlos mostrou que está bem por dentro da trama de Viver a vida, de Manoel Carlos. No show no Estádio de Pituaçu, antes de cantar "A mulher que eu amo", tema de Marcos (José Mayer) e Helena (Taís Araújo), o Rei, brincou: “A música poderia estar tocando mais. Mas Marcos andou confuso, frequentando outras praias...”

Quem também vê a novela sabe que o Rei estava referindo-se ao caso que Marcos teve, em Búzios, balneário do Rio de Janeiro, com Dora (Giovanna Antonelli), quando a mulher, Helena, viajou para um desfile na Jordânia. “Parece que Marcos, agora, está voltando para a praia certa”, riu e começou a cantar.

(Notícia publicada na edição impressa do dia 08/12/2009 do CORREIO)

2 de dezembro de 2009

Roberto Carlos grava comercial da Nestlé em São Paulo


Roberto Carlos gravou nessa segunda-feira (30) o comercial da promoção Nestlé que dará 50 casas e 50 calhambeques aos consumidores da marca. As gravações seguiram pela madrugada e entram no ar em 15 de janeiro, terminando em 15 de abril. Nesse dia, o cantor completa 50 anos de carreira, com show no Radio City, em Nova York.

Roberto gravou com dois calhambeques. Os carros, aliás, foram projetados por Emerson Fittipaldi e são carros novos, porém estilizados, nas cores azul e branco. Enquanto está em São Paulo, o cantor fica em seu apartamento no Itaim.

- Terra

Venda de ingressos para especial de RC começa hoje

Quem espera ver o rei interpretar suas mais famosas canções antes do especial da Globo ir ao ar, pode ter sua chance. Roberto Carlos grava a atração de final de ano nos dias 9 e 10 de dezembro no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. O programa irá ao ar na noite do dia 25.

A partir de hoje (dia 02 de Dezembro), os ingressos para os shows estarão à venda na bilheteria do ginásio, além do site www.ingressorapido.com.br e pelo serviço de callcenter no telefone 4003-1212. As entradas custam R$ 60,00 (arquibancada), R$ 240,00 (cadeiras de anel) e R$ 360,00 (pista amarela).

Abril.com

1 de dezembro de 2009

Roberto não quer sua música nos momentos tristes da novela


O Rei voltou a dar pitacos sobre sua música na novela. Segundo a colona “Entrelinhas”, do jornal “O Estado de São Paulo”, o cantor enviou uma recomendação à Rede Globo, pedindo que a canção “A Mulher Que eu Amo”, tema de Helena, não seja mais tocada nas cenas tristes da trama.

Em “Por Amor”, o cantor já havia pedido que a musica “Abrazame Asi” não fosse tema de um personagem mau caráter.

Enquanto isso, a Globo já decidiu que o especial de fim de ano de Roberto Carlos será gravado nos dias 9 e 10 de dezembro, no Estádio do Ibirapuera, conta a “Folha de S. Paulo”.

28 de novembro de 2009

Globo autoriza Band a veicular entrevista com Roberto Carlos


A Globo decidiu autorizar a Band a veicular uma entrevista feita pela apresentadora Adriane Galisteu com com o cantor Roberto Carlos para o programa "Toda Sexta", informou a coluna "Outro Canal", do jornalista Daniel Castro. A conversa está programada para ir ao ar no próximo dia 11.

Roberto Carlos tem contrato de exclusividade com a TV Globo e depende da autorização da emissora carioca para aparecer em outras redes de televisão. De acordo com a Band, a entrevista - gravada em Punta Del Este (Uruguai) - tinha seis minutos, no entanto, precisará ser reduzida para até três para ir ao ar.

Na semana passada, a Band chegou a divulgar a veiculação da entrevista para a última sexta-feira. No entanto, a emissora paulista não havia pedido autorização para a Globo e desistiu de transmitir a conversa com receio de sofrer uma ação judicial.

Diário Online

RC vai gravar especial de fim de ano


Roberto Carlos vai gravar no dia 9 de dezembro, em São Paulo, seu especial de fim de ano da Globo. E terá participações especiais, como o sertanejo Daniel e a cantora Ana Carolina, que estão confirmados na atração. Um terceiro artista ainda está sendo escolhido.

O show acontecerá no Anhembi e será exibido no dia 25. No mês que vem, o Rei lançará o CD e DVD do show realizado no Maracanã, em julho, onde cantou para 60 mil pessoas.

Jornal da Manhã

25 de novembro de 2009

Turnê Internacional


Em uma de suas maiores turnês internacionais, Roberto Carlos levará sua comemoração pelos 50 anos de Música para seis países das Américas .

Iniciando no dia 04 de abril até o dia 07 de junho de 2010, RC apresentará seu show por:

- México nas cidades de Zacatecas, Monterrey, Guadalajara , Puebla, Acapulco e Cidade do México;

- Estado Unidos se apresentando em Miami, Washington, Boston, New York, Los Angeles, Houston, entre outras;

- Colômbia em Bogotá e Medellin;
- Perú se apresentando na capital Lima;

- Panamá na capital Cidade do Panamá e
- Canadá na cidade de Toronto (ingressos a venda a partir do dia 1º de Dezembro)

Serão aproximadamente 25 cidades. Até o momento, apenas algumas datas estão confirmadas:
- 23 de maio Toronto
- 10 de Abril Miami
- 16 de Abril New York no Radio City em comemoração ao aniversário de nosso cantor .

Fonte: Site Oficial (www.robertocarlos.com) - Atualizado 25/11/2009

24 de novembro de 2009

"A mulher que eu amo" - Trilha Sonora


Já foram reveladas algumas músicas da trilha sonora viver a vida. Uma delas é do Rei, sim Roberto Carlos está na trilha sonora com a música “A mulher que eu amo”.


Trilha Sonora Ver a Vida Nacional:
Ana Cañas - Esconderijo
Caetano Veloso - The Man I Love
Cássia Eller - Partido Alto
Chico Sciense - Sangue De Bairro
Gal Costa - Mar e Sol
Maria Gadu - Shimbalaiê
Papas da Lingua - Vem pra cá
Roberta Sá - Mais Alguém
Roberto Carlos - A mulher que eu Amo
Simone - Migalhas
Tania Mara - Gostava Tanto de Voce
Tom Jobim, Chico & Miucha - Sei La

Trilha Sonora Viver a Vida Internacional:
Colbie Caillat - Fallin´ For You
Beyoncé - Dissapear
Carla Bruni - Tu Es Ma Came
3-11 Porter - Surround Me With Your Love
Jamie Cullum - Singin´ In The Rain
Diana Krall - Too Marvelous For Words
Trijntje Osterhuis - What The World Needs Now
Pet Shop Boys - King Of Rome
Bliss - Evening Sun
Juan Luis Guerra - La Lla
Lily Allen - 22
Tiago Iorc - My Girl

18 de novembro de 2009

Animado, Roberto Carlos estica turnê que celebra 50 anos de carreira


Desde 2003 que os fãs de Roberto Carlos esperam por um CD inteiro de músicas inéditas do Rei. Tudo indicava que o disco sairia no fim deste ano. Só que no meio do caminho houve um Maracanã lotado de fãs, cantando a plenos pulmões sucessos como “Emoções”, “Detalhes” e “Cavalgada”, numa noite que ficará na história. O Rei, então, ficou numa dúvida cruel: o que lançar como o tradicional disco de fim de ano?

Ainda sem essa convicção, Roberto Carlos, quando não está viajando com a turnê de seus 50 anos de carreira, divide seu tempo entre regravar pequenos detalhes que não ficaram bem ao seu gosto do show do Maracanã e terminar o CD de inéditas.

— Roberto vai decidir isso com o Dodi (empresário do cantor) e a gravadora. O que eu sei é que nós temos trabalhado muito para deixar tudo perfeito — diz Eduardo Lages, o maestro do Rei.

Não dá mesmo é para duvidar da disposição do cantor nos últimos tempos. Com uma agenda lotada de shows, ele deve estender a sua turnê, que estava prevista inicialmente para ir até abril do ano que vem, quando completa um ano de comemoração dos seus 50 de carreira. Já o especial de fim de ano da Globo, Roberto deve gravar num local aberto, em São Paulo, para um público de dois milhões de fãs.

— Estamos na estrada direto e o Roberto está super animado. A turnê dos 50 anos tem tudo para crescer — avisa Lages.

15 de novembro de 2009

Billy Dinamite - 1976



Billy Dinamite (1976)
Rick - Erasmo Carlos

Billy Dinamite
Fez a cama na montanha
E se deitou com a índia Pão-de-Mel
Cobras e lagartos
Correram pra contar
Pro cacique da tribo do lugar

Billy Dinamite
Fez a sua sepultura
Ao se deitar com a índia Pão-de-Mel
Billy Dinamite
Fez a cama na montanha
Pra morrer mais perto do céu
O que o cacique não sabia
Era o que a filha mais queria

Billy Dinamite
Jogou terra em sua cova
Só pra mostrar que não jazia
Billy Dinamite
Com disposição e fogo
Só livrou a cara do sogro

12 de novembro de 2009

Roberto Carlos - Musiker und Komponist

Roberto Carlos - Musiker und Komponist (Deutch)

"Amigo" (Freund), "Detalhes" (Einzelheiten), "Café da Manhã" (Morgenkaffee), "Cama e Mesa" (Bett und Tisch), "Jesus Cristo" (Jesus Christus) und "Emoções" (Gefühle) - so heißen die größten Hits von Roberto Carlos...



9 de novembro de 2009

DVD Roberto Carlos - Duetos

Roberto Carlos Duetos traz momentos inesquecíveis do Rei. Suas parcerias que marcaram a história. Seja com Tom Jobim cantando Lígia, com Caetano cantando Alegria Alegria ou com Ivete Sangalo em Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim, o cd Duetos, entra para a história da discografia do Cantor Roberto Carlos como um dos produtos mais emocionantes de sua carreira, pois faz um belo resumo dos especiais de fim de ano que marcaram a vida de milhões de Brasileiros.

- Amigo Records -
Data de lançamento: 08 de dezembro de 2006.

1- Pot-Pourri: Tutti-Frutti / Long Tall Sally / Hound Dog / Blue Suede Shoes / Love Me Tender - (Dueto com Erasmo Carlos)

2- Ternura (1991) - Dueto com Wanderleia

3- Ligia (1978) - Dueto com Tom Jobim

4- Amiga (1982) - Dueto com Maria Bethânia

5- Alegria, Alegria (1992) - Dueto com Caetano Veloso

6- Coração de Estudante (1985) - Dueto com Milton Nascimento

7- Pot-Pourri: Olha / Você em Minha Vida / Outra Vez / Falando Sério / Um Jeito Estúpido de te Amar / Proposta (1988) - Dueto com Rosana

8- Amazônia (1991) - Dueto com Chitãozinho e Xororó

9- Mucuripe (1991) - Dueto com Fagner

10- Desabafo (1995) - Dueto com Ângela Maria

11- Rei do Gado (1996) - Dueto com Sérgio Reis e Almir Sater

12- Se Você Quer (1991) - Dueto com Fafá de Belém

13- Sua Estupidez (1997) - Dueto com Gal costa

14- Além do Horizonte (2005) - Dueto com Jota Quest

15- Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim (2004) - Dueto com Ivete Sangalo

16- Jovens Tardes de Domingo (1985) - Dueto com Erasmo Carlos, Wanderléia, Wanderley Cardoso, Jerry Adriani, José Ricardo, Martinha, Waldireni, Rosemary, Cleide Alves, Ed Carlos, Ari Sanches, Ed Wilson, Ronaldo Luis e Marcio Augusto.

31 de outubro de 2009

Análise Poética nº 21 "Quase Fui Lhe Procurar"


Eu quero lhe pedir para deixar Pelo menos lhe encontrar

Quase Fui Lhe Procurar
Getúlio Côrtes

Eu pensei em lhe falar/ Quase fui lhe procurar/ Mas evitei/ E aqui fiquei/ Sofrendo tanto a esperar/ Que um dia você por fim/ Talvez voltasse pra mim/ Mas me enganei/ E então eu vi/ O longo tempo que perdi

Acho essa uma das músicas mais bonitas de RC, e a mais bonita de Getúlio Côrtes. A situação é de um cara que apaixonado ficou a esperar sua amada. Só que ele mesmo diz que faltou atitude dele. Ele deveria ter a procurado enquanto era tempo. Mas agora o tempo alimentou o amor e com isso ele sofre e vê seu erro de ter ficado parado.

E agora não sei mais por que/ Não consigo lhe esquecer/ Eu quero lhe pedir para deixar/ Pelo menos lhe encontrar/ Pra dizer que errei, mas se você me aceitar/ Vou prometer recomeçar um grande amor/ Que por tão pouco acabou/ Que por tão pouco acabou...

Agora ele se da conta de quanto o amor tomou conta dele... E decide tentar concertar seus erros. Adimitir para a amada que errou. E se ela se mostrar piedosa com ele, ele ainda acredita nesse amor. Ele vai querer tentar de novo. Afinal foi por muito pouco que acabou.

A Próxima Música é: A Mulher Que Eu Amo

- Diego Bachini Lima é estudante, fã de Roberto Carlos (no Brasil) e Bee Gees (no exterior); colunista semanal do Blog Roberto Carlos Internacional, e trás uma boa notícia do Twitter do site oficial de Roberto Carlos:

29 de outubro de 2009

Teremos um Natal mais saboroso

Nestlé lança Panetone Roberto Carlos

Para marcar as comemorações dos 50 anos de carreira de Roberto Carlos, a Nestlé criou um Panetone especial.

O produto vem em uma lata muito legal, decorada com foto do Roberto e trechos da canção “Como é grande o meu amor por você”. Além disso, a tampa da lata reproduz um LP.

- Blog da Esther

27 de outubro de 2009

21 de outubro de 2009

Roberto Carlos lança música em formato digital

O Rei está se jogando na era digital. Pela primeira vez em sua carreira, Roberto Carlos vai disponibilizar conteúdo tanto para internet, quanto para celular. Sua nova música de trabalho, "A mulher que eu amo", tema da personagem Helena de Taís Araújo na novela "Viver a vida", será comercializada em formato digital pelas principais lojas virtuais do país.

Para promover a iniciativa, a gravadora Sony Musica lançou um hotsite que concentra informações sobre a ação. Quem quiser ficar por dentro das novidades do rei, também pode acompanhar as notícias pelo Blog RC Internacional, ou no Twitter oficial atualizado por membros da equipe de Roberto Carlos.



Atualização: Roberto Carlos disponibilizou, nesta sexta-feira (23), uma música em formato digital pela primeira vez. O novo single “A Mulher Que Eu Amo” já está disponível para streaming inclusive na Rádio UOL.

20 de outubro de 2009

A Mulher Que Eu Amo - Roberto Carlos - Gravação definitiva completa!!!!!



A mulher que eu amo
Tem a pele morena
É bonita, é pequena
E me ama também

A mulher que eu amo
Tem tudo que eu quero
E até mais do que espero
Encontrar em alguém

A mulher que eu amo
Tem um lindo sorriso
É tudo que eu preciso
Pra minha alegria

A mulher que eu amo
Tem nos olhos a calma
Ilumina minha alma
É o sol do meu dia

Tem a luz das estrelas
E a beleza da flor
Ela é minha vida
Ela é o meu amor

A mulher que eu amo
É o ar que eu respiro
E nela eu me inspiro
Pra falar de amor

Quando vem pra mim
É suave como a brisa
E o chão que ela pisa
Se enche de flor

A mulher que eu amo
Enfeita a minha vida
Meus sonhos realiza
Me faz tanto bem

Seu amor é pra mim
O que há de mais lindo
Se ela está sorrindo
Eu sorrio também

Tudo nela é bonito
Tudo nela é verdade
E com ela eu acredito
Na felicidade

Tudo nela é bonito
Tudo nela é verdade
E com ela eu acredito
Na felicidade...

18 de outubro de 2009

Análise Poética nº 20 "Querem Acabar Comigo"

Nem eu mesmo sei porque...

Querem Acabar Comigo
Roberto Carlos

Querem acabar comigo/ Nem eu mesmo sei por que/ Enquanto eu tiver/ Você aqui/ Ninguém poderá me destruir

Querem acabar comigo reflete um momento em que a música estava dividida no Brasil, entre aqueles que diziam fazer uma música genuinamente brasileira (que não era, já que todos os ritmos 'brasileiros' derivam de ritmos internacionais, como o samba de roda que veio da África, a Bossa Nova, que teve inspiração no Jazz e no Blues norte-americanos), e aqueles que faziam, o que apesar de ser chamado de Iê Iê Iê, era na verdade Rock'n'Roll, na sua 'versão' anos 60, mas feito em Português por brasileiros.
Roberto era o grande alvo, por ser o grande líder da Jovem Guarda. Essa música ele fez como uma bronca dele com todos aqueles que ficavam falando mal da música da Jovem Guarda (que era adorada pelo povo).

Roberto na verdade nunca entendeu isso (Erasmo também não). Pra eles a música é universal, algo que qualquer pessoa sensata percebe. Mas quando Roberto fez essa música ele tava bronqueado com o pessoal da música brasileira, e quis dizer que enquanto seu público estivesse com ele, ninguém ia poder lhe destruir. Mas na música ele faz isso com alusão a uma garota.

Querem acabar comigo/ Isso eu não vou deixar/ Me abrace assim, me olhe assim/ Não vá ficar longe de mim/ Pois enquanto eu tiver você comigo/ Sou mais forte para mim não há perigo

Roberto a partir de então mostrou que não estava pra brincadeira. Depois de 1966 quando gravou essa música, só cresceu seu lugar no coração dos brasileiros. Sua 'luta' foi vencida com folga. E aqui ao dizer que não ai deixar acabarem com ele, ele dá esse primeiro sinal de vitória.

Você está aqui/ E eu estou também/ E com você eu não temo ninguém/ Você sabe bem de onde eu venho/ E no coração o que tenho/ Tenho muito amor/ E é só o que interessa/ Fique sempre aqui/ Pois a verdade é essa.

Aqui o carinho pelos fãs se mostra evidente. Mas é claro que a música não foi feita com o intuito de falar que a força de RC vinha dos fãs. Roberto sabia disso e usou na canção. O verdadeiro objetivo da música era demostrar um Roberto Carlos insatisfeito com a critica e não compreendendo o motivo para tentarem acabar com ele.

A Próxima Música é: Quase Fui Lhe Procurar

- Diego Bachini Lima é estudante, fã de Roberto Carlos (no Brasil) e Bee Gees (no exterior); colunista semanal do Blog Roberto Carlos Internacional, e quer dedicar essa coluna a um de seus ídolos que corre agora (14h) no GP do Brasil, Rubens Barrichello. Independente de todos aqueles que 'quiseram acabar com ele', com sua imagem, e independente do resultado da corrida, ele assim como Roberto Carlos quando o ele fez essa música soube provar ser maior que todas as criticas. Boa sorte Rubens. Viva Roberto Carlos e sua poesia!!!

16 de outubro de 2009

Intimo Telefé 2008

Foi ao ar na Quinta-Feira 21/04/2008 às 23:15 pela TV Argentina Telefé:

Roberto Carlos
participou de um show íntimo especialmente para a TV Telefé. Com o presença do apresentador Marley e de quase trezentas pessoas O Astro Brasileiro interpretou 5 grandes canções de seu repertório.

Depois de uma calorosa salva de palmas do público, Roberto Carlos começou o show cantando "Amigo". e depois de agradecer o afeto do público, continuou com outros dois temas importantes "La Distancia..." e "Detalles".

Ainda sendo ovacionado, Marley (Apresentador) veio dar as boas-vindas e fazer uma breve entrevista sobre a gloriosa e extensa trajetória de Roberto Carlos.

Durante a gravação do programa, Roberto Carlos se mostrou confiante em receber o que sempre recebeu no país, "ou seja, muito amor", após recordar o início de sua carreira na Argentina.

O cantor disse também que abandonou suas intenções de ser médico para dedicar-se ao canto, após ter participado de um programa de rádio.

"A primeira vez que cantei foi aos nove anos em uma rádio e ali me dei conta do que queria ser, frustrando os sonhos de minha mãe. Ali comecei tudo e foi difícil no começo, cantei em um clube noturno, bati em muitas portas. Quando gravei meu primeiro disco vendi apenas 200 cópias", recordou.

"Fui um religioso praticante e hoje não sou mais. Sou um religioso normal, antes era mais radical. Hoje vivo a vida com muita realidade e sei que a fé move montanhas, te ajuda a abrir outras portas", declarou.

Depois da entrevista Marley deu início ao final do show e Roberto Carlos encerrou o especial com seus 2 temas mais conhecidos "Amada Amante" e "Un Millón De Amigos".

Depois de pouco mais de um ano o Blog Roberto Carlos Internacional traz com exclusividade o áudio completo da apresentação de Roberto Carlos na Telefé.

14 de outubro de 2009

Revista de música chega ao Brasil com capa de Roberto Carlos

"Billboard" lança primeiro número no país nesta quarta (14)

Assim como a norte-americana, a versão brasileira da revista "Billboard" - que sai nesta quarta-feira (14) - contará com um ranking dos discos mais vendidos e das músicas mais tocadas pelo país. Além disso, uma redação de nove pessoas em São Paulo pretende produzir o conteúdo nacional que complementará o material aproveitado da equipe americana.

A edição número um sairá com Roberto Carlos na capa. O rei fala em entrevista sobre a turnê de 50 anos de carreira.

A "Billboard" nasceu em 1894 nos EUA e mais tarde virou uma das principais publicações de música do mundo. Aqui, a revista terá tiragem de 40 mil exemplares ao custo de R$ 8,90 cada um.

- Globo.com

10 de outubro de 2009

A Felicidade...

"Nossa felicidade depende de fazermos os outros felizes. Esse é o meio mais seguro para alcançá-la"
(Mokiti Okada - Filósofo Japonês)

A Felicidade
... com Roberto Carlos e Caetano Veloso ...

Tristeza não tem fim
Felicidade sim!

A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranquila
Depois de leve oscila
E cai como uma lágrima de amor

A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho
Pra fazer a fantasia
De rei ou de pirata ou jardineira
e tudo se acabar na quarta feira

Tristeza não tem fim
Felicidade sim!

A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar

A minha felicidade está sonhando
Nos olhos da minha namorada
É como esta noite
Passando, passando
Em busca da madrugada
Falem baixo, por favor
Prá que ela acorde alegre como o dia
Oferecendo beijos de amor

Tristeza não tem fim
Felicidade sim!

7 de outubro de 2009

Roberto Carlos autoriza sua música inédita no CD de Viver a Vida


Finalmente Roberto Carlos liberou à Som Livre a música "A Mulher que Eu Amo", tema dos protagonistas da novela global das nove, Viver a Vida, Helena (Tais Araújo) e Marcos (José Mayer). A informação é de Patrícia Kogut, do Jornal O Globo.

Há cerca de uma semana, o cantor havia alegado que queria regravar a versão que está no ar, na novela de Manoel Carlos, mudando a voz, além de refazer a mixagem e incluir mais cordas na música.

Porém, na semana passada, o Rei entrou em estúdio e, depois de refazer a voz, por várias vezes, parou o trabalho bem na hora da novela, às 21h. E parece que gostou muito mais do que ouviu na tevê!

Publicado em: O Fuxico

6 de outubro de 2009

Otomodachi No Koibito - 友達の恋人 - (Namoradinha de um amigo meu)

video




Otomodachi No Koibito 友達の恋人 (Namoradinha de um amigo meu)
- Roberto Carlos (versão: 銀川晶子 - "Akiko Yinchuan")

Intérprete: 西郷輝彦 - "Teruhiko Saigou"


愛しちゃったのさ 友達の恋人を
いけないと思う でもなぜこう好きなんだろ
いつか ついに出逢った時も
誰にも見られぬようにした


とてもつらいのさ
ないしょで愛をつげた日
あの人達は 僕のことを笑うだろ
悲しいけれど あきらめよう
だってあの娘は どうにもならない
誰かさがそう
好きな人を
愛しちゃったのさ 友達の恋人を
愛しちゃったのさ 友達の恋人を


愛しちゃったのさ 友達の恋人を
いけないと思う でもなぜこう好きなんだろ
悲しいけれど あきらめよう
だってあの娘は どうにもならない
誰かさがそう
好きな人を
愛しちゃったのさ 友達の恋人を
愛しちゃったのさ 友達の恋人を
友達の恋人を 恋人を……


Ai shite shimatta no sa tomodachi no koibito 
o Ikenai to omou demo naze kō sukina ndaro
Itsuka tsuini deatta toki mo 
Darenimo mi rarenu yō ni shita 


Totemo tsurai no sa 
Naisho de ai o tsugeta hi 
Ano hitotachi wa boku no koto o waraudaro 


Kanashīkeredo akirameyou 
Datte ano musume wa dōnimo naranai


Dare ka sagasou 
Sukinahito o 
Ai shite shimatta no sa tomodachi no koibito o 
Ai shite shimatta no sa tomodachi no koibito o 


Ai shite shimatta no sa tomodachi no koibito o 
Ikenai to omou demo naze kō sukina ndaro 
Kanashīkeredo akirameyou 


Datte ano musume wa dōnimo naranai 
Dare ka sagasou Sukinahito o 


Ai shite shimatta no sa tomodachi no koibito o
Ai shite shimatta no sa tomodachi no koibito o 
Tomodachi no koibito o koibito o... ...



video

Otomodachi No Koibito - 友達の恋人 (Namoradinha de um amigo meu)
- Roberto Carlos (versão: 銀川晶子 - "Akiko Yinchuan")Intérprete: ローザ三宅 - "Rosa Miyake"

2 de outubro de 2009

Show de Roberto Carlos em Nova York ganhará DVD

O show que Roberto Carlos fará em Nova York, em abril de 2010, será filmado como especial de televisão. A informação é da coluna Outro Canal,da Folha de S.Paulo.

De acordo com informações da coluna, mesmo que o show não seja exibido na TV aberta, será comercializado em DVD. - A apresentação será no Radio City Music Hall.

Publicado em: Titinet.com.br

29 de setembro de 2009

Roberto Carlos não autoriza sua nova música no CD de Viver a Vida

A música inédita de Roberto Carlos, "A Mulher que Eu Amo", que é tema do casal Helena (Taís Araújo) e Marcos (José Mayer), de Viver a Vida, já está na boca de muita gente. Porém, o Rei ainda não autorizou a Som Livre para que a canção seja incluída no CD da novela de Manoel Carlos.

A informação é de Patrícia Kogut, do jornal carioca O Globo. Segundo a jornalista, o cantor alega que vai regravar a voz, refazer a mixagem e incluir mais cordas na música.

Sem a música, a Som Livre está com pés e mãos atados. Afinal, a música é uma das principais da novela de Manoel Carlos, por embalar o amor entre os protagonistas. E não dá para a gravadora lançar um CD sem a obra completa.

Publicado em: O Fuxico

27 de setembro de 2009

27 de Setembro - Dia do Cantor

"Quem canta seus males espanta, já diz o ditado popular. Além de espantar os males, é capaz de reunir multidões. E é por isso que o cantor faz tanto sucesso: no uso de sua bela voz, diverte o público e ajuda a trazer lembranças de momentos, pessoas, lugares, amores..."

26 de setembro de 2009

Erasmo Carlos lança livro sobre sua vida


"Eram contos que foram evoluindo e virou uma quase biografia. Entre as histórias, a envolvendo Roberto que tinha uma governanta que nunca acertava o meu nome, cismava que me chamava Aleixo. Outra: Uma vez levei uma carreira do Tim Maia que seguia atrás de mim com um objeto pontudo. Éramos vizinhos. Tínhamos 12 anos. Ele entregava quentinhas que a família dele fazia para a minha. Quando fui reclamar que ele comia parte da comida antes de entregar, ele correu atrás de mim até em casa" - antecipa Erasmo Carlos.

Considerado um dos primeiros roqueiros brasileiros, volta às origens lançado o CD Rock 'N' Roll. Quanto a vitoriosa dupla com o "meu amigo" Roberto Carlos, não vê retorno por enquanto.

"Desde que a Maria Rita morreu ele não quis mais dividir a composição com ninguém, já que as letras românticas exigem muito da intimidade dele. Enquanto isso, fiz músicas para outros artistas, como duas, agora, para a Simoni e parcerias com outros compositores. Nunca houve uma exigência de exclusividade. Isso foi inventado. Tenho três músicas novas com o Roberto feitas há 5 anos que até hoje não saíram. Devem ser lançadas assim que sair um disco dele de inéditas" - explica Erasmo Carlos.


24 de setembro de 2009

Roberto Carlos na "Billboard Brasil" Nº1

Está perto a estréia da versão brasileira da revista Billboard, nas bancas a partir de 10 de outubro. E quem mais poderia estar na capa?

Roberto Carlos, ele mesmo, emplacou como o número um em venda de discos entre os artistas brasileiros. O rei está na capa e no recheio, com texto de Pedro Alexandre Sanches sobre a turnê dos 50 anos de carreira. O rei recebeu a equipe de reportagem nos bastidores de seu último show em São Paulo. E a edição já é sucesso antes mesmo do lançamento: a tiragem do primeiro número aumentou de 30 para 40 mil exemplares.


A versão brasileira será mensal - a norte-americana é semanal -. e trazendo os principais rankings publicados na edição yankee, como os famosos The Billboard 200 (os discos mais vendidos) e HOT 100 (as musicas mais tocadas).

E hoje pintou notícia de todos do trio de ponta do Yé-Yé-Yé, versão brazuca do Yeh! Yeh! Yeh! dos Beatles, isso segundo o próprio Erasmo Carlos.em entrevista ao Estúdio "i", na Globo News dia desses.

21 de setembro de 2009

Os 50 Anos de Erasmo Carlos

Quando surgiu ao lado de Roberto Carlos e Wanderléa no programa de televisão "Jovem Guarda", Erasmo Carlos (ou o Tremendão, como era conhecido) já tinha passado por poucas e boas na sua carreira. Ainda adolescente, na Rua do Matoso, no bairro carioca da Tijuca, Erasmo Esteves já havia travado contato com Tim Maia e Jorge Ben. Mas foi quando conheceu Roberto Carlos, que Erasmo passou a ter certeza do que gostaria de fazer.

Nesse período, formou a banda Snakes e, ao mesmo tempo, tocava com Roberto e Tim Maia. Em seguida, o Tremendão foi convidado para ser "crooner" do conjunto Renato e Seus Blue Caps. E, nesse momento, aconteceu a grande reviravolta de sua carreira. A banda foi convidada para acompanhar Roberto Carlos na gravação de "Splish Splash".

A música explodiu e Roberto foi com a cara de Erasmo. Conforme explica o pesquisador musical Marcelo Fróes, em seu livro "Jovem Guarda: Em Ritmo de Aventura", Erasmo Esteves passou a assinar Erasmo Carlos, sob sugestão de Carlos Imperial. Erasmo foi contratado pela gravadora RGE em 1964, e gravou um compacto ao lado de Renato e Seus Blue Caps.

Mas foi no ano seguinte, com a gravação do compacto com a música "Minha Fama de Mau", que Erasmo se credenciou a gravar um álbum completo. E é exatamente com esse álbum que a nossa Cesta Básica desse mês começa.

Os 4+ :

"A Pescaria" (1965) - A estreia oficial de Erasmo Carlos não poderia ter sido melhor. Logo no seu primeiro álbum, "A Pescaria", o Tremendão já mostrava que não ficava atrás de seu parceiro Roberto Carlos. Vários sucessos da Jovem Guarda estão presentes no disco, como "Minha Fama de Mau", "Terror dos Namorados" e, principalmente, "Festa de Arromba", todas elas em parceria com Roberto. Esta última foi emblemática para a Jovem Guarda, com a citação de mais de duas dezenas de nomes que fizeram o sucesso do gênero musical (ou movimento, segundo alguns pesquisadores).

Além das parcerias com Roberto, em "A Pescaria", Erasmo ainda compôs com Renato Barros ("Beatlemania"), e gravou canções de Francisco Lara ("Alguém Que Procuro"), José Messias ("Sem o Teu Carinho"), Getúlio Cortes ("Tom & Jerry") e Chuck Berry ("School Day", que ganhou uma versão do Tremendão intitulada "Dia de Escola").

Depois do lançamento desse álbum, não houve mais jeito, Erasmo foi convidado para apresentar o programa "Jovem Guarda" ao lado de Roberto Carlos e Wanderléa, na TV Record. Após o lançamento de "A Pescaria", Erasmo gravou mais cinco álbuns pela RGE. "Você Me Acende" (1966), "O Tremendão" (1967), "Erasmo Carlos" (1967), "Erasmo Carlos" (1968) e "Erasmo Carlos e Os Tremendões" (1970) traziam sucessos como "Gatinha Manhosa", "Vem Quente Que Eu Estou Fervendo", "O Caderninho", "Sentado à Beira do Caminho" e "Vou Ficar Nu Pra Chamar a Sua Atenção".

"Carlos, Erasmo" (1971) - Com "Erasmo Carlos e Os Tremendões" (1970), último álbum do cantor pela RGE, Erasmo começava a traçar um caminho mais distanciado do rock, e próximo da MPB tradicional. O grande sucesso "Sentado à Beira do Caminho", além do samba "Coqueiro Verde" e as regravações de "Saudosismo" (Caetano Veloso) e "Aquarela do Brasil" (Ary Barroso) foram os maiores exemplos disso. Após o lançamento desse disco, convidado por André Midani e Nelson Motta, Erasmo Carlos assinou contrato com a Philips.

Na gravadora, o cantor encontrou plena liberdade para gravar o álbum que quisesse. E assim foi feito. Bem distante do mundo da Jovem Guarda, Erasmo Carlos mergulhou fundo na música brasileira, gravando composições de Caetano Veloso ("De Noite, Na Cama"), Taiguara ("Dois Animais Na Selva Suja da Rua"), Jorge Ben ("Agora, Ninguém Chora Mais") e Marcos e Paulo Sérgio Valle ("26 Anos de Vida Normal"). Logicamente, havia também composições ao lado do fiel parceiro Roberto Carlos, como "É Preciso Dar Um Jeito, Meu Amigo", "Sodoma e Gomorra", "Mundo Deserto", "Maria Joana" e "Gente Aberta". Esta última, inclusive, foi adotada como uma espécie de "hino hippie" pela equipe do tablóide "O Pasquim", o que ajudou muito a divulgar "Carlos, Erasmo".

Aliás, o álbum podia ser considerado um trabalho "hippie" em todos os sentidos. A verdade é que com o final da Jovem Guarda, Erasmo passou por uma fase "hippie", o que acaba transparecendo no disco. Ou como definiu o próprio Erasmo, o álbum era "uma viagem em todos os sentidos".

"Mulher (Sexo Frágil)" (1981) - Após o lançamento de "Carlos, Erasmo", o compositor carioca continuou gravando álbuns embalados na mesma temática "hippie". "Sonhos e Memórias 1941/1972" (1972), "1990 - Projeto Salva Terra!" (de 1974, com os clássicos "Sou Uma Criança, Não Entendo Nada" e "Cachaça Mecânica") e "Banda dos Contentes" (de 1976, com "Filho Único" e "Queremos Saber", faixa de Gilberto Gil, até então inédita).

Nos álbuns seguintes, Erasmo Carlos iniciou uma fase que pode ser chamada de "mais adulta", voltada para uma mistura de MPB tradicional e rock. Os discos "Pelas Esquinas de Ipanema" (1978) e "Erasmo Carlos Convida..." (lançado em 1980, e repleto de participações especiais dos grandes medalhões da MPB) representam bem essa fase, que encontrou o seu auge com "Mulher (Sexo Frágil)", que chegou às lojas em agosto de 1981.

Com esse álbum, Erasmo, de fato, estava mais adulto, e isso já pode ser visto na capa, que traz uma linda foto de Erasmo mamando no peito de sua esposa Nara. Em depoimento a Marcelo Fróes, Erasmo Carlos disse que "Mulher" "marca o auge de minha realização como artista e como homem, o meu esplendor como ser humano". O álbum, um dos melhores lançados no Brasil nos anos 80, trouxe grandes hits, como a faixa-título (escrita ao lado de sua esposa), "Minha Superstar", "Pega na Mentira" e uma regravação do velho sucesso "Gatinha Manhosa".

"Pra Falar De Amor" (2001) - Com o término de seu contrato com a Philips, em 1988, Erasmo Carlos passou por uma década de 90 bem difícil. Foram apenas dois álbuns nesses dez anos. "Homem de Rua" foi lançado pela Sony em 1992, e continha a participação especial de Renato Russo na faixa "A Carta". Quatro anos depois, de volta à Polygram (antiga Philips), Erasmo Carlos gravou "É Preciso Saber Viver", composto por velhos sucessos reagravados. Para compensar o ostracismo dos anos 90, Erasmo Carlos precisava voltar com força total para mostrar que "ainda existia".

E o retorno se deu através de "Pra Falar de Amor", CD lançado pela Abril Music, com a produção de Marcelo Sussekind. No álbum, Erasmo encontrou o caminho perdido no final dos anos 80, com uma ótima safra de novas canções, como "Seu Bicho de Estimação", "Quem Vai Ficar No Gol?" e "A Família", todas compostas exclusivamente por Erasmo. Se no álbum não havia muitas canções escritas com Roberto Carlos (a única era "Qualquer Jeito", versão em português de "It Should Have Been Easy", de Bob McDill), Erasmo aproveitou para dividir o lápis e o papel com outros compositores, como Marisa Monte e Carlinhos Brown ("Mais Um Na Multidão", com direito a voz da cantora) e José Lourenço ("Ela Conversava Com o Olhar").

Outros artistas compuseram canções exclusivas para o álbum de Erasmo, o que ajudou a remodelar e atualizar o seu som. Nesse time entraram Kiko Zambianchi (com a ótima "O Impossível"), a dupla Cláudio Rabello e Dalto ("Fecha a Porta") e o seu então colega de gravadora Marcelo Camelo que contribuiu com a bela faixa-título do álbum. Após "Pra Falar de Amor", Erasmo gravou um CD duplo ao vivo, e manteve o nível nos ótimos "Santa Música" (2004), "Erasmo Convida - Volume II" (2007) e "Rock 'n' Roll" (2009).

- Matéria Original: "Cesta Básica: Os Principais discos de Erasmo Carlos

20 de setembro de 2009

'Espero que façam algo por mim', diz Erasmo sobre seus 50 anos de carreira

Cantor e compositor contou em entrevista que sente falta dos amigos que a vida afastou de sua rotina

Assim como Roberto Carlos, seu eterno parceiro de composições Erasmo Carlos, também está prestes a completar 50 anos de carreira. No que depender do “Tremendão”, as comemorações só vão acontecer se alguém tomar a iniciativa.

“Já se comemorou tudo o que tinha que comemorar. Eu não vou fazer nada, como o Roberto também não fez nada. Os outros é que fizeram para ele e espero que façam por mim também. Não vou fazer comemoração com festas e shows, mas aceito qualquer coisa ”, comentou Erasmo ao EGO na noite desta sexta-feira, 18, durante a estreia do show da cantora Simone no Rio de Janeiro.

Com um CD indicado ao Grammy Latino, Erasmo está empolgado com os projetos que fazem parte de seu futuro artístico: “Novo CD está indo bem, fui indicado para o Grammy e estou muito fliz. É um ano de muita felicidade, uma atrás da outra. Ainda tem o livro Minha fama de mau, que chega para o público no final do mês.”

Atravessando um momento próspero na carreira, Erasmo revela que sente falta de algumas pessoas que a vida afastou de seu convívio: “Sinto falta do meu encontro com outras pessoas, aquelas que a vida levou de perto de mim. Com o Roberto eu posso me encontrar a qualquer momento. Sinto falta da distância com os meus amigos que hoje em dia conversam pela internet, por email”, desabafou.

Publicado por: EGO (ego.globo.com)

Compartilhe com seus amigos!

Related Posts with Thumbnails